Última hora

Última hora

Madrid anuncia auditoria a bancos espanhóis depois de corte da Moody's

Em leitura:

Madrid anuncia auditoria a bancos espanhóis depois de corte da Moody's

Tamanho do texto Aa Aa

A Espanha vai lançar uma vasta auditoria aos bancos do país. Exortado por Bruxelas a tomar conta do setor, o governo de Madrid decidiu nomear um painel de peritos independentes para medir com precisão a extensão dos empréstimos duvidosos e dos ativos imobiliários dos estabelecimentos de crédito, para determinar a capitalização necessária.

A vice-primeira-ministra Soraya Saenz de Santamaria explicou que “existirão duas fases: uma primeira, que consiste num bastante urgente teste de resistência, no espaço de um mês, seguido por uma análise detalhada do balanço de cada entidade. O custo desta operação será acarretado pelo Banco de Espanha”.

O governo de Mariano Rajoy fez o anúncio um dia depois da agência de notação financeira Moody’s ter cortado a nota de 16 bancos espanhóis, sublinhando a deterioração da conjuntura económica do país e os fracos meios de que dispõe o executivo de Madrid para assistir os bancos em dificuldade.

Um residente da capital espanhola diz que “é preciso limpar os bancos e o país e todas as medidas que o governo está a tomar têm essa finalidade”.

Outra residente afirma que “os bancos são os maiores ladrões. Os responsáveis pela situação atual são os empresários e os bancos”.

As dificuldades dos bancos e os défices das regiões espanholas, bastante endividadas, são os principais riscos para as finanças do país, que tenta evitar pedir assistência internacional, como fizeram Portugal, a Irlanda e a Grécia.