Última hora

Última hora

Líderes do G8 defendem continuidade da Grécia na zona euro

Em leitura:

Líderes do G8 defendem continuidade da Grécia na zona euro

Tamanho do texto Aa Aa

Sem surpresas, a crise da dívida europeia dominou o encontro do G8.

Reunidos em Camp David, na residência oficial do Presidente norte-americano, os líderes políticos concordaram “na importância de manter a Grécia numa zona euro forte e coesa.”

Ao mesmo tempo comprometeram-se a dar os passos necessários para combater o mau clima económico e revitalizar a economia mundial.

Uma mensagem amplamente divulgada por Barack Obama, de olhos postos na campanha para as presidenciais norte-americanas e preocupado com o impacto da crise europeia nos Estados Unidos.

“O crescimento e o emprego têm de ser a prioritários. É do interesse geral, incluindo dos Estados Unidos, uma economia europeia estável”, disse o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O encontro marcou a estreia de François Hollande. O programa de crescimento, uma bandeira do recém-eleito presidente francês, está em sintonia com o discurso de Obama.

“Decidiu-se colocar o crescimento no topo das agendas dos principais encontros internacionais e europeus dos próximos meses”, revelou François Hollande.

Uma vitória aparente sobre a política de austeridade encabeçada por Angela Merkel.

Em Camp David, juntamente com outros líderes políticos, a chanceler alemã assistiu à derrota do Bayern Munique na final da Liga dos Campeões frente ao Chelsea, mantendo o “fair-play”.