Última hora

Última hora

Berlim e Paris: "O lugar da Grécia é na zona euro"

Em leitura:

Berlim e Paris: "O lugar da Grécia é na zona euro"

Tamanho do texto Aa Aa

Foi para alinhar posições para a cimeira europeia informal, que os ministros alemão e francês das Finanças se encontraram em Berlim. Wolfgang Schaüble recebeu pela primeira vez o socialista Pierre Moscovici.

Paris e Berlim dizem que é preciso fazer o possível para guardar a Grécia na zona euro.

Mas Berlim, cada vez mais isolada sobre as medidas de austeridade, tentou minimizar as divergências quanto à política monetária. Wolfgang Schaüble defendeu: “Não precisamos de discutir. Iremos cooperar pois temos interesse comum no processo de integração europeu, na força da Europa e na sua capacidade de ação”.

Já o francês Pierre Moscovici afirmou: “Como disse François Hollande, devem ser consideradas todas as opções. Serão todas postas na mesa. Da nossa parte sabemos do que vamos falar. Vamos dizer que é preciso apoiar o crescimento e ser, ao mesmo tempo, responsáveis em termos orçamentais”. Mas Paris reconhece que não poderá impor aos parceiros as famosas “obrigações europeias”, às quais Berlim se opõe, e que deverá ser o grande tema em debate na reunião de quarta-feira em Bruxelas.