Última hora

Última hora

Sérvios elegem presidente nacionalista

Em leitura:

Sérvios elegem presidente nacionalista

Tamanho do texto Aa Aa

O nacionalista Tomislav Nikolic é o novo presidente da Sérvia: venceu as eleições de domingo, tendo derrotado o pró-europeu Boris Tadic.
Nikolic teve 49,55% dos votos da segunda volta.
Tadic, que concorria a um terceiro mandato, teve 47,30%.

A crise económica, a corrupção e as desigualdades sociais são apointadas pelos analistas como as principais razões para a vitória de Tomislav Nikolic.

Nas ruas de Belgrado as opiniões não são unanimes. Algumas pessoas entrevistadas disseram mesmo que agora o novo presidente tem que combater a corrupção que chegou a níveis insustentáveis. Além disso, acreditam que processo de adesão à União Europeia não pode ser interrompido. Outro sérvio entrevistado lembra que a mudança era necessária, é necessário criar melhores condições de vida, mais trabalho e procurar o apoio tanto da União Europeia como da Rússia.

No discurso de vitória, o novo presidente defendeu
o país “não se vai desviar do caminho europeu”.
Por desvendar está ainda a posição em relação à questão do Kosovo, cuja independência Nikolic não reconhece.

Uma incerteza que não agrada muitos habitantes do Kosovo, que afirmam que esta troca “não é boa para a Sérvia, que está em declínio.” E acusam mesmo Nikolic de ser “a principal figura do radicalismo e chauvinismo sérvio.”

Tomislav Nikolic, que em 2008 trocou o ultranacionalista Partido Radical pelo mais moderado Partido Progressista, garantiu que vai lutar pelos direitos da minoria sérvia do Kosovo. Uma posição que pode reacender a tensão entre Belgrado e Pristina.