Última hora

Última hora

Piratas somalis detidos há quatro anos começam a ser julgados

Em leitura:

Piratas somalis detidos há quatro anos começam a ser julgados

Tamanho do texto Aa Aa

Começaram a ser julgados, em França, os piratas somalis que em 2008 sequestraram um iate gaulês.

Os arguidos – seis no total – são acusados entre outros crimes de detenção ilegal de embarcação e sequestro com pedido de resgate.

Os homens idades entre 25 e os 50 anos arriscam-se a uma pena de prisão perpétua.

A embarcação sequestrada no Golfo de Aden, no norte da Somália, foi libertada uma semana mais tarde, em troca de um resgate no valor de dois milhões de dólares.

A bordo seguiam 30 pessoas.

Os homens acabaram por ser capturados em terra, por miliares franceses ainda em 2008, mas apenas uma parte do dinheiro foi recuperada.

Do grupo, apenas um admitiu ser pirata. O processo deve arrastar-se até meados de junho.

Cerca de duas dezenas de piratas somalis estão detidos em França. No final do ano passado, cinco foram condenados a penas entre os quatro e os oito anos de prisão.