Última hora

Última hora

Entrada em bolsa do Facebook termina em tribunal

Em leitura:

Entrada em bolsa do Facebook termina em tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

Novo golpe para o Facebook. Um grupo de investidores avança com um processo judicial contra a rede social, Mark Zuckerberg e os bancos envolvidos na entrada em bolsa. O processo deu entrada num tribunal de Nova Iorque.

A notícia surge num dia em que os títulos pareciam ter invertido a tendência de queda. Ao quarto dia de cotação, as ações estavam a subir depois de terem acumulado perdas de cerca de 18 desde a Oferta Pública Inicial (OPI) e o preço inicial de 38 dólares.

O Hugh Johnson, chefe de investimento na Hugh Johnson Advisors, justifica a decisão dos investidores: “Avançamos para um processo onde teremos um número substancial de acionistas do Facebook, cuja confiança foi abalada. Alguns estão a tentar reduzir as suas participações. Por isso, avançamos para um processo difícil que tentará eliminar os acionistas mais fracos do Facebook”.

Entre os visados pela queixa está o banco Morgan Stanley, que geriu a OPI. É acusado de ter dissimulado informação durante o processo de entrada do Facebook no Nasdaq. O banco reviu em baixa as previsões de resultados da empresa, mas só as terá comunicado a um certo número de investidores.

A entrada em bolsa do Facebook foi agitada. Um outro investidor avançou já com um processo contra o Nasdaq por causa dos problemas registados no primeiro dia de cotação.