Última hora

Última hora

Hollande: "a França vai permanecer no Afeganistão, mas de outra forma"

Em leitura:

Hollande: "a França vai permanecer no Afeganistão, mas de outra forma"

Tamanho do texto Aa Aa

O novo presidente francês deslocou-se hoje pela primeira vez ao Afeganistão, para garantir que, apesar da retirada militar, a França vai permanecer no território, “mas de outra forma”.

François Hollande visitou de manhã as tropas francesas estacionadas no vale de Kapisa. A maioria dos cerca de 3.400 soldados deverá regressar a casa até ao final do ano, vinte e quatro meses antes da anunciada retirada das tropas da Nato do Afeganistão.

“A nossa retirada será ordenada e coordenada. Mais de dois mil de entre vós regressará a França antes do final do ano. É um desafio importante em termos de organização, em termos de logística. O vosso general dizia mesmo que se trata de uma verdadeira operação, com alguns riscos”.

Depois de ter reafirmado a sua promessa de campanha, Hollande reuniu-se com o presidente afegão, Hamid Karzai para assegurar que a França não vai abandonar o país.

Paris promete uma cooperação económica e cultural duradoura, nomeadamente nas áreas da saúde educação e habitação.