Skip to main content

|

A União Europeia apresentou queixa na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a Argentina. Em causa, as restrições impostas por Buenos Aires às importações, que incluem um regime de licenças e a obrigação de equilibrar importações com exportações.

No ano passado, as exportações europeias para a Argentina ascenderam a mais de oito mil milhões de euros. As relações azedaram com a nacionalização da filial argentina da petrolífera Repsol.

O comissário europeu do Comércio, Karel de Gucht, garante que não há uma ligação direta. A investigação sobre “as restrições às importações decorria há vários meses. É um dossiê complicado que está pronto agora. Mas, a renacionalização da Repsol é mais uma prova da política comercial restritiva e nacionalista da Argentina. É verdade, é uma prova, mas não há uma ligação direta”.

Em meados de abril, a Argentina, cada vez mais criticada pelos seus parceiros comerciais, nacionalizou a YPF, a maior petrolífera do país, detida em 57% pela companhia espanhola Repsol. Bruxelas apoiou os protestos de Madrid e tinha prometido retaliar.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre
|

Login
Por favor, introduza os seus dados de login