Última hora

Última hora

Síria: ONU condena o massacre de 90 civis em Houla

Em leitura:

Síria: ONU condena o massacre de 90 civis em Houla

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas condenaram este sábado o massacre de mais de 90 civis, incluindo 32 crianças com menos de 10 anos, perpetrado na Síria pelas forças de Bashar Al-Assad considerando-o uma violação “brutal” da lei internacional.

Os observadores da ONU que se deslocaram à cidade de Houla, 30 quilómetros a noroeste de Homs, confirmaram o massacre de dezenas de homens mulheres e crianças.

“A morte de 32 crianças inocentes e de muitas mulheres e homens – mas em particular das crianças – é um ataque inaceitável ao futuro e às aspirações do povo sírio. Independentemente de quem começou, de quem respondeu e de quem contribuiu para ele”, afirmou o general Robert Mood, chefe da missão de observadores da ONU na Síria.

Após o ataque, o Exército Sírio Livre, que combate as forças do regime, anunciou que deixará de estar vinculado ao plano da ONU para pôr fim à violência
porque não houve uma intervenção imediata das Nações Unidas para proteger os civis.

Paris, Berlim e Londres condenaram o ataque que classificam de massacre.