Última hora

Última hora

Espanha pondera plano "pouco ortodoxo" para salvar Bankia

Em leitura:

Espanha pondera plano "pouco ortodoxo" para salvar Bankia

Tamanho do texto Aa Aa

É um plano “pouco ortodoxo” o que Espanha estará a delinear para resgatar o Bankia. Uma fonte do executivo afirma que, os 19 mil milhões de euros pedidos pelo quarto maior banco espanhol, poderão ser financiados diretamente com títulos da dívida soberana, que servirão de garantia para um empréstimo do Bankia junto do Banco Central Europeu (BCE).

O plano evitaria que Madrid recorra ao mercado numa altura difícil. Os títulos do Bankia afundaram e as taxas e prémios de riscos das obrigações espanholas atingem novos máximos.

No total, a nacionalização vai custar ao governo mais de 23 mil milhões de euros. Em tempos de austeridade, há quem seja contra.

Um funcionário judicial considera injusto, terem de pagar a dívida criada por diretores e gestores de uma entidade privada.

O plano de Madrid poderá enfurecer o Banco Central Europeu. A injeção directa de dívida no Bankia iria envolver o BCE na reestruturação do sistema bancário espanhol, fortemente afetado pela crise e a explosão da bolha imobiliária.

O resgate do Bankia será o maior de sempre e deixará Madrid na posse de 90% das ações do banco. Mas os analistas temem que as dificuldades do Bankia não sejam caso único.