Última hora

Última hora

Atuns contaminados em Fukushima encontrados na costa da Califórinia

Em leitura:

Atuns contaminados em Fukushima encontrados na costa da Califórinia

Tamanho do texto Aa Aa

Nos Estados Unidos, na costa da Califórnia foram descobertos peixes que migraram do Japão que apresentam níveis de radiotividade.
Os atuns terão sido contaminados no acidente da central nuclear de Fukushima.

De acordo com as autoridades, os peixes podem ser consumidos sem perigo para a saúde já que o nível de material radioativo é consideravelmente baixo.
A descoberta surpreendeu os cientistas, porque este género de contaminação é comum em peixes mais pequenos.

O responsável do gabinete que acompanha tudo o que diz respeito ao acidente de Fukushima, Osuma Fujimura, explica que “não tem muitos dados sobre estes peixes migrantes que chegaram à costa da Califórnia. De qualquer forma, esperam ter mais informação das entidades que monotorizam as reservas de peixe internacionais para perceber que medidas podem tomar.”

Os cientistas norte-americanos revelaram ainda que um peixe tão grande como o atum devia ter perdido a radioatividade durante a travessia do Oceano Pacífico, dado o funcionamento do metabolismo. Ou seja, esta descoberta vem demosntrar que os acidentes que ocorrem numa parte do mundo podem afetar ecossistemas que estão a milhares de quilómetros de distância.