Última hora

Última hora

Blair nega acordos com Murdoch

Em leitura:

Blair nega acordos com Murdoch

Tamanho do texto Aa Aa

Tony Blair nega ter feito acordos com o magnata da imprensa Rupert Murdoch até à sua saída do governo em 2007 e defende ter sempre mantido com ele uma “relação de trabalho”.

O antigo primeiro-ministro britânico foi ouvido durante quatro horas, na comissao presidida pelo juiz Brian Leveson como parte da investigação no âmbito do escândalo das escutas do “News of the World”.

O depoimento de Blair foi bruscamente interrompido duas horas após o início por um ativista que o tratou de “criminoso de guerra”. O manifestante foi detido.

Quanto a três ligações telefónicas que teve com Murdoch antes da invasão ao Iraque em 2003 afirmou que não houve “nada particularmente estranho.

Além de Blair, também vão depôr nesta semana vários ministros do atual governo de David Cameron, entre eles os titulares das pastas de Educação e Interior.