Última hora

Última hora

Colômbia: Enviado do presidente francês já coordena libertação de jornalista

Em leitura:

Colômbia: Enviado do presidente francês já coordena libertação de jornalista

Tamanho do texto Aa Aa

Já chegou à Colômbia um enviado do presidente francês para participar na libertação do jornalista que foi sequestrado há um mês pelas FARC.
Esta foi uma das exigências das Forças Armadas Revolucionárias para soltarem Roméo Langlois.
A Cruz Vermelha Internacional confirmou que o correspondente da France 24 e do Le Figaro vai ser libertado na quarta-feira, dia 30, mas ainda não há dados concretos sobre o local e a hora.

Neste processo de negociação as FARC exigiram também a presença da antiga senadora, Piedad Cordoba, que acredita que esta terça-feira já sejam conhecidos todos os detalhes de onde vai decorrer a libertação de Langlois.

Entretanto, a televisão latino-americana «Telesur» divulgou as primeiras imagens de Romeo Langlois desde que foir raptado. Foram as próprias Forças Armadas revolucionárias da Colômbia que enviaram o vídeo ao canal, como forma de provar que o jornalista francês está vivo.

Nas imagens, o repórter aparenta estar bem de saúde. Langlois foi capturado no sul da Colômbia no final de Abril, quando estava a trabalhar numa reportagem sobre operações antidroga para a televisão «France 24».
Como estava vestido com roupa de camuflado, os guerrilheiros das FARC dizem que pensavam que se tratava de um militar.