Última hora

Última hora

"É inconcebível acontecer este desastre agora!"

Em leitura:

"É inconcebível acontecer este desastre agora!"

Tamanho do texto Aa Aa

A região de Emilia-Romagna ainda não se tinha levantado, quando este novo sismo deitou por terra, mais uma vez, o sentimento de segurança que começava a despontar.

Em San Felice del Panaro, três trabalhadores morreram num armazém que colapsou. Um empregado relata que o patrão “sabia que o local estava em condições potencialmente perigosas”, e que “agora, as consequências estão à vista…”

A Proteção Civil local foi inundada de pedidos de ajuda e há vários relatos que apontam para a possibilidade de haver mais pessoas debaixo dos escombros.

Um habitante de Mirandola desabafou assim: “a economia italiana já está de joelhos, toda a gente está preocupada; é inconcebível acontecer este desastre agora.” Outra habitante afirmou “não ser possível regressar à calma, nestas circunstâncias; não há como ter garantia de nada.”

Entre os dois sismos, as evacuações deslocaram mais de 12 mil pessoas. Os danos materiais atingem uma vasta porção de património, entre igrejas, castelos e até o Paço Ducal de Mântua.