Última hora

Última hora

Estado de emergência no Peru

Em leitura:

Estado de emergência no Peru

Tamanho do texto Aa Aa

Foi declarado o estado de emergência no Peru, depois de duas pessoas terem morrido e mais de 50 terem ficado feridas numa manifestação contra uma empresa mineira.

O Governo do Peru declarou o estado de emergência durante 30 dias na província de Espinar.
O Primeiro-ministro peruano, Oscar Valdes, explicou que esta medida foi tomada para garantir a segurança da população local e de todos os que passam pela região de Cuzco.

Os habitantes da região contestam os trabalhos da empresa suíça Xstrata: alegam que a mina de cobre de Tinaya, propriedade da companhia, está a contaminar os rios das proximidades. Querem ainda que seja feita uma análise da degradação ambiental. Só em 2011, a Xstrata extraiu quase 75 mil toneladas de cobre concentrado.
Os manifestantes querem também que seja renegociado o valor que a empresa suíça paga pela exploração da mina aos locais.

Os protestos acabaram então em confrontos com as autoridades. Duas pessoas morreram, mais de 50 ficaram feridas, entre eles 30 polícias.