Última hora

Última hora

Crimes da Serra Leoa têm hoje sentença

Em leitura:

Crimes da Serra Leoa têm hoje sentença

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-Presidente da Libéria, Charles Taylor poderá ser condenado a 80 anos de cadeia. Esta é a pena pedida pela acusação pelos vários crimes contra a humanidade cometidos durante o conflito na Serra Leoa.

O procurador do Tribunal de Haia considera que, face à gravidade dos crimes de que Taylor é acusado, esta é a pena apropriada.

A sentença será anunciada hoje e para as vítimas é um gesto de justiça há muito esperado.

“Bem quando ele for condenado vou sentir-me melhor porque ele vai pagar pelas coisas más que nos fizeram. Ninguém pode dizer para esquecer os que eles me fizeram”

“O que espero desta sentença, para mim, matem-no, matem-no!”.

Segundo o tribunal internacional, Taylor prestou aos rebeldes um apoio “sustentado e significativo”, oferecendo-lhes, em troca de diamantes armamento, munições, equipamento de comunicação e ajuda no planeamento de “inúmeras atrocidades”.

Presidente do país vizinho da Serra Leoa entre 1997 e 2003, Taylor é o primeiro ex-chefe de Estado a ser julgado por um tribunal internacional em quase 70 anos.