Última hora

Última hora

"Mavi Marmara" volta à água dois anos depois de ser atacado por Israel

Em leitura:

"Mavi Marmara" volta à água dois anos depois de ser atacado por Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Dois anos depois de ter sido atacado pelas tropas israelitas, o Mavi Marmara volta às águas de do porto de Istambul e está pronto para voltar a tentar seguir até à Faixa de Gaza com ajuda humanitária.
Há dois anos a viagem deste barco foi interrompida pelo ataque, nove pessoas morreram e foram agora homenageadas.

O responsável pela Organização de Ajuda Humanitária, Bulent Yildirim, garante que “o Mavi Marmara foi reparado e renovado. Além disso, foi aumentada a capacidade de transporte. Por isso vão tentar fazer a viagem de novo.”

Entretanto um tribunal turco aceitou a acusação contra três generais e um almirante israelita. Foram considerados responsáveis pela morte dos nove turcos. A acusação, pede nove penas de prisão perpétua para cada um.
Recorde-se que o “Mavi Marmara” pretendia furar o bloqueio israelita contra a Faixa de Gaza e levar ajuda humanitária para a região.
Mas o navio foi tomado de assalta pelas forças especiais israelitas e no ataque morreram nove passageiros.
O governo de Tel Aviv garantiu na altura que os militares apenas abordaram o barco a partir de um helicóptero e só responderam porque foram atacados.
Este incidente abriu um ferida nas relações entre a Turquia e Israel.