Última hora

Última hora

Protesto dos mineiros espanhóis em Madrid degenera em violência

Em leitura:

Protesto dos mineiros espanhóis em Madrid degenera em violência

Tamanho do texto Aa Aa

Duas plataformas sindicais convocaram a marcha; mais de 12 mil manifestantes compareceram em Madrid, embora as autoridades cortem este número para menos de metade.

Os trabalhadores das minas de carvão espanholas não aceitam a redução de dois terços nos apoios ao setor. Dizem os mineiros que o governo está a deixar esta indústria morrer. Há 20 anos, havia cinco vezes mais trabalhadores do que agora.

O sindicalista Felipe Lopez garante que a contestação vai continuar até que haja garantias que permitam manter a atividade. Um dos argumentos mais brandidos é a importância estratégica do setor, numa Espanha deficitária em matéria energética.

O ajuntamento acabou por degenerar em violência, junto ao Ministério da Indústria. Pelo menos, duas pessoas foram detidas.