Última hora

Em leitura:

Dois soldados da NATO e três civis feridos no Kosovo


Kosovo

Dois soldados da NATO e três civis feridos no Kosovo

Um tiroteio no Kosovo provoca cinco feridos: dois soldados alemães da NATO e três civis sérvios kosovares.

O confronto armado começou quando as tropas da KFOR tentaram desmantelar uma barricada sérvia, que impedia a circulação rodoviária.

Várias centenas de pessoas opuseram-se ao desmantelamento da barricada de Rudare, perto de Zvecan, uma cidade do norte do Kosovo, de maioria sérvia.

Os soldados da NATO lançaram granadas de gás lacrimogéneo e disparam balas de borracha, para dispersar a manifestação, provocando a riposta dos manifestantes.

Várias barricadas deste tipo foram erguidas o ano passado, pelos sérvios do norte do Kosovo, para impedirem, na prática, a administração da zona pelo governo de Pristina.

Tal como a Sérvia, que considera a ex-província como o berço da nação, uma boa parte dos 120 mil sérvios kosovares não reconhece a independência do país, de maioria albanesa.

Em Belgrado, o novo presidente sérvio, Tomislav Nikolic, que tomou posse esta quinta-feira, reuniu-se com o primeiro-ministro cessante, Mirko Cvetkovic, e vários outros ministros, para discutir o incidente.

De centro-direita, Nikolic venceu as eleições do passado dia 20 com a promessa de levar a Sérvia para a União Europeia – sem, contudo, renunciar ao Kosovo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Recusa de mulher muçulmana em retirar véu provoca confrontos em Bruxelas