Última hora

Última hora

Banho de multidão para Aung Sann Suu Kyi em campo de refugiados

Em leitura:

Banho de multidão para Aung Sann Suu Kyi em campo de refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

Mae La é o maior campo de refugiados birmaneses na Tailândia e recebeu a visita histórica de Aung Sann Suu Kyi. Cinquenta mil pessoas vivem aqui, alguns há décadas, e muitos não têm estatuto de refugiados nem podem voltar para o país natal. A visita da Nobel da Paz, finalmente uma mulher livre, é um bálsamo e uma esperança.

“Estou muito feliz. Nunca na vida pensei poder, um dia, ver Aung San Suu Kyi”, diz um homem. Uma mulher explica: “Estou na Tailândia há 45 anos sem nunca ter voltado ao meu país. É como se a minha própria mãe viesse visitar-me. Nasci na Birmânia mas nunca lá vivi. É como se não tivesse nacionalidade.”

Ao todo, 140 mil birmaneses vivem em campos de refugiados. A maioria é de etnia Karen. Aung San Suu Kyi prometeu tudo fazer para que possam regressar a casa.