Última hora

Última hora

Exército libanês nas ruas de Tripoli para conter "contágio" da guerra síria

Em leitura:

Exército libanês nas ruas de Tripoli para conter "contágio" da guerra síria

Tamanho do texto Aa Aa

Para fazer face ao alastrar da guerra síria ao território libanês, o governo de Beirute foi obrigado a enviar o exército para as ruas de Tripoli. Depois da chegada do exército libanês à cidade portuária, os ânimos acalmaram-se, após os combates mortíferos deste fim de semana.

O Líbano tem fortes relações com a Síria, que durante durante 30 anos, manteve tropas estacionadas no país. Não é, pois, de estranhar que a guerra alastre ao pais do Cedro.

Mas a população está farta.“Esperamos que a situação melhore, mas não parece que seja esse o caso. O ministro do interior todos os dias diz que que a situação vai melhorar, mas os problemas são sempre os mesmos. A culpa é dos políticos, que nos deixaram nesta situação. Estamos fartos. As pessoas estão a morrer e ninguém se importa”, exaspera-se um senhor.

Entre sábado e a manhã de domingo, a cidade libanesa foi palco de violentos confrontos entre os alauitas, apoiantes de Bashar al-Assad, e os opositores sunitas. Confrontos que resultaram em 15 mortos e meia centena de feridos.