Última hora

Última hora

Síria: Damasco a ferro e fogo

Em leitura:

Síria: Damasco a ferro e fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Uma televisão norueguesa apanhou o momento em que um grupo de soldados de Bashar al-Assad foi atacado, em plena cidade de Damasco, capital da Síria.

No momento do ataque, passava pela zona um comboio de militares das Nações unidas. Os capacetes azuis pararam para averiguarem o sucedido. Mas rapidamente deixaram o local.

Este sábado, entretanto, a Liga Árabe reuniu-se em Doha, no Catar, e pediu à ONU uma intervenção mais forte na questão da Síria. “Depois de ouvirmos Kofi Annan, esperamos que sejam aplicadas algumas soluções. Pedimos ao Conselho de Segurança que ajude a implementar a proposta de seis pontos prevista no capítulo sete da Carta das Nações Unidas”, afirmou Hamad Bin Jassim Althani, primeiro-ministro do Catar.

O governante referia-se ao capítulo na Carta das Nações Unidas que prevê o uso da força. Mas Hamad Althani esclareceu que não se referia a uma intervenção militar da ONU, até porque não o poderia fazer na condição de secretário-geral da Liga Árabe.

Os confrontos na Síria, entretanto, prosseguem sangrentos. Segundo a TV2 norueguesa, pelo menos um membro do serviço militar de Bashar Al-Assad morreu, vítima do ataque deste sábado.