Última hora

Última hora

Detida presumível autora de atentado de Tóquio

Em leitura:

Detida presumível autora de atentado de Tóquio

Tamanho do texto Aa Aa

17 anos depois, foi detida Naoko Kikuchi, uma das presumíveis autoras do atentado com gás sarin no metro de Tóquio.

Outro elemento da seita apocalíptica Aum Shinrikyo tinha-se entregado à polícia na véspera de Ano Novo.

O último membro da seita que continua em fuga desde o atentado é Katsuya Takahashi, de 54 anos.

Naoko Kikuchi foi detida num apartamento no sudoeste da capital japonesa. A mulher admitiu ter participado no fabrico do gás lançado no atentado, mas disse desconhecer qual seria o destino do mesmo.

Foi também preso um homem que se encontrava no apartamento, acusado de ter ocultado Naoko durante quatro anos.

O atentado da década de 90 terá sido executado por cinco elementos da seita, que perfuraram com guarda-chuvas vários sacos com gás sarin colocados nos vagões do metro de Tóquio, em hora de ponta.

A mulher agora detida é também suspeita de estar envolvida na explosão de um pacote bomba no edifício do Governo Metropolitano de Tóquio, em maio de 1995.