Última hora

Última hora

Dia de luto em Itália pelas vítimas dos terramotos

Em leitura:

Dia de luto em Itália pelas vítimas dos terramotos

Tamanho do texto Aa Aa

A Itália cumpriu, esta segunda-feira, que atingiu a região de Emilia Romagna. Vinte e quatro pessoas morreram e 350 ficaram feridas.

A terra voltou a tremer no domingo, em mais um abalo que ultrapassou o nível cinco na escala de Richter. O último sismo não provocou danos pessoais, mas sim a derrocada de edifícios já afetados pelos terramotos anteriores. Entre eles, a Torre do Relógio de Novi di Modena.

O presidente da região italiana recusa-se a baixar os braços, Vasco Errani: “Não nos vamos render a este sismo. A situação é muito complicada e difícil. As pessoas estão a ter graves problemas, mas estamos a fazer um esforço para ajudá-los como podemos e, ao mesmo tempo, continuar a trabalhar na reconstrução que temos pela frente”.

Responsáveis da Comissão Europeia visitaram a zona afetada pelos terramotos. Estima-se que os danos materiais na região de Emilia Romagna atinjam os cinco milhões de euros.