Última hora

Última hora

Espanha: Queda dececionante do desemprego em em maio

Em leitura:

Espanha: Queda dececionante do desemprego em em maio

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha registou, em maio, uma ligeira descida da taxa de desemprego, mas os números desiludem tendo em conta a aproximação da época balnear.

No mês passado, 30 mil pessoas encontraram um emprego, mas é menos de metade do número registado há um ano. Entre os jovens a taxa recuou 2%, rondando agora os 50%. Mas Espanha têm ainda 4,7 milhões de desempregados, a maior taxa da zona euro.

A fraqueza do mercado laboral é a prova da recessão económica, o que complica a já difícil missão do governo.

O primeiro-ministro, Mariano Rajoy, juntou-se ao grupo de países europeus a favor de uma união fiscal e de uma “união bancária”.

Face às dificuldades do setor bancário, Madrid estará a tentar obter dinheiro europeu para recapitalizar os bancos, mas a Alemanha recusa.

Mas para conhecer quanto dinheiro vai precisar realmente, Espanha encarregou as quatro maiores empresas de auditoria para testar o sistema bancário do país.