Última hora

Última hora

Quatro homens culpados de terrorismo no caso das caricaturas de Maomé

Em leitura:

Quatro homens culpados de terrorismo no caso das caricaturas de Maomé

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal dinamarquês condenou quatro homens a 12 anos de prisão por terem planeado um ataque contra os funcionários do jornal que publicou as polémicas caricaturas do profeta Maomé.
Três suecos de origem tunisina, marroquina e libanesa e um tunisino que moravam na Suécia foram acusados de terrorismo mas durante o julgamento declararam-se inocentes.

A acusação destacou o facto dos quatro homens estarem a planear matar um grande número de pessoas na redação do jornal Jyllands-Posten, em Copenhaga, quando foram detidos em 29 de dezembro de 2010.
Por isso pedia uma pena considerada histórica de 16 anos. Mas tribunal acabou por aplicar uma pena menos pesada.

Recorde-se que o Jyllands-Posten publicou, em 2005 várias caricaturas do profeta fundador do islamismo, o que provocou uma onda de protestos, sobretudo no mundo árabe.