Última hora

Última hora

Canadiano acusado de homicídio premeditado e profanação de cadáver

Em leitura:

Canadiano acusado de homicídio premeditado e profanação de cadáver

Tamanho do texto Aa Aa

O canadiano Luka Magnotta foi acusado de homicídio premeditado e profanação de cadáver.

O ator pornográfico suspeito de ter morto e comido partes do corpo de um estudante universitário chinês, em Montreal, foi detido esta segunda-feira em Berlim.

A monte há 10 dias, o canadiano de 29 anos terá fugido para França um dia depois de cometer o crime.

A fuga terminou na capital alemã depois de ter sido reconhecido pelo empregado de um cibercafé:

“Ele entrou no estabelecimento e disse que queria usar a internet. Disse-lhe para se sentar e nesse momento tive a sensação de que o conhecia de algum lado. Foi quando me apercebi que estava a ser procurado pela polícia” afirma Kadir Anlayisli.

Luka Magnotta terá assassinado e esquartejado um estudante chinês, que vivia no Canadá desde 2011 e com quem manteria uma relação.

O crime foi registado em vídeo e os pedaços do corpo da vítima enviados pelo correio para as sedes dos principais partidos políticos.

O suspeito já pediu a extradição para o Canadá.