Última hora

Última hora

Colonos israelitas contra Netanyahu

Em leitura:

Colonos israelitas contra Netanyahu

Tamanho do texto Aa Aa

Vários colonos judeus da Cisjordânia fizeram uma marcha até ao parlamento israelita, em Jerusalém, para protestarem contra o plano do primeiro-ministro Benyamin Netanyahu de demolir cinco blocos de apartamentos construídos numa zona disputada por israelitas e palestinianos, em Beit El.

O parlamento acabou por dar razão a Netanyahu, ao rejeitar a proposta da extrema-direita de legalizar todas as construções na Cisjordânia. A demolição destas casas tinha sido já ordenada pelo supremo tribunal israelita e tem o apoio do governo. Ao mesmo tempo, Netanyahu prometeu a construção de 300 novos prédios na Cisjordânia.

A Autoridade Palestiniana já reagiu e condena a construção de novos colonatos, que considera um entrave ao processo de paz.

Mas os colonos prometem não baixar os braços: “Não podem agora demolir casas que o próprio governo aprovou. “Esta gente comprou as casas, pagou-as e está a pagar empréstimos”, diz uma manifestante.

A proposta da extrema-direita foi rejeitada, apesar do apoio e do voto favorável de vários deputados do Likud, o partido de Netanyahu.

O primeiro-ministro prometeu realojar as cerca de 30 famílias que moram nestes prédios. Para isso, vão ser construídas novas casas junto a uma base militar israelita, no mesmo colonato.