Última hora

Última hora

Pacotes macabros enviados para escolas do Canadá

Em leitura:

Pacotes macabros enviados para escolas do Canadá

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia canadiana está a investigar dois pacotes com restos mortais enviados por correio para escolas de Vancouver.

Os investigadores admitem que o remetente possa ser Luka Magnotta, suspeito de ter morto e esquartejado um estudante chinês em Montreal.

Um porta-voz da polícia explica que os pacotes foram enviados pacotes para duas escolas. O primeiro continha a mão de uma pessoa e foi aberto pelos empregados do estabelecimentos de ensino. No segundo pacote, adianta, foi encontrado aquilo que parecia ser um pé.

Os testes de ADN revelaram que pacotes idênticos enviados para as sedes dos principais partidos políticos canadianos pertenciam ao estudante chinês, assassinado em maio.

Magnotta também conhecido como o “desmembrador de Montreal” foi detido há dois dias num cibercafé em Berlim, sem oferecer resistência, e acusado de homicídio premeditado e profanação de cadáver.

O ex-ator pornográfico de 29 anos poderá ser extraditado para o Canadá nos próximos dias.