Última hora

Última hora

ONU condena massacre de Al-Qubeir

Em leitura:

ONU condena massacre de Al-Qubeir

Tamanho do texto Aa Aa

Durante uma sessão especial da Assembleia Geral das Nações Unidas dedicada à Síria, Ban Ki-moon, o secretário-geral da ONU classificou o massacre de Al-Qubeir como “barbárie indizível”.

Na mesma ocasião confirmou também que os observadores das Nações Unidas que se dirigiam para a aldeia onde ocorreu a carnificina foram alvejados.

“Inicialmente foi negado aos observadores o acesso à aldeia. Continuam a tentar lá chegar e acabei de saber que há minutos que durante essa tentativa
foram alvejados por armas ligeiras”, afirmou Ban Ki-moon.

Na mesma sessão Kofi Annan, emissário internacional para a Síria, admitiu que o seu plano de paz apesar de acordado, não foi implementado.

“Apesar da aceitação do plano de seis pontos e do envio da corajosa missão de observadores para a Síria, devo ser franco e confirmar que o plano não foi implementado.

A comunidade internacional uniu-se, mas agora tem de elevar essa unidade para um novo nível. Temos de encontrar a vontade e um campo comum para agir, e agir como um só”, disse Kofi Annan.

A missão de observadores encontra-se na Síria desde 15 de abril para supervisionar o cessar-fogo.