Última hora

Última hora

Ban Ki-moon diz que guerra civil síria pode estender-se a todo o país

Em leitura:

Ban Ki-moon diz que guerra civil síria pode estender-se a todo o país

Tamanho do texto Aa Aa

A violência aumenta todos os dias, na Síria, enquanto as propostas políticas vão falhando.

Os massacres sucedem-se e já nem as crianças, ou as mulheres, são poupadas.

A guerra civil alastra a todo o país, com o consequente aumento do número de vítimas.

O Secretário-Geral das Nações Unidas tem consciência disso.

Para Ban Ki-moon, a generalização da guerra é um perigo para a Síria e para a região:

“O perigo de uma guerra civil de escala total é iminente e real, com consequências catastróficas para a Síria e para a região”.

O plano de paz de Kofi Annan está, cada vez mais, posto em causa. O enviado da ONU e da Liga Árabe lançou um apelo, esta quinta-feira, ao Conselho de Segurança e às potências mais influentes.

Pede mesmo sanções para quer violar o seu plano.

A resposta foi rápida e veio do embaixador russo, nas Nações Unidas:

“Sanções económicas contra Damasco vêm apenas agravar a situação humanitária e estimular a hostilidade, entre os diversos grupos da população. As exigências para a mudança imediata do regime, simplesmente, não estão a dar resultados”.

Ao mesmo tempo, no exterior da sede da ONU, em Nova York, decorria um protesto, visando o presidente Sírio, Bashar al-Assad e Vladimir Putin.

A Rússia e a China são as potências que mais se têm oposto ao apoio dado pelo ocidente, aos opositores do regime de Damasco.