Última hora

Última hora

Espanha sofre corte de rating para BBB

Em leitura:

Espanha sofre corte de rating para BBB

Tamanho do texto Aa Aa

Recuperar a credibilidade do Banco de Espanha será uma das tarefas do novo governador, anunciado no dia em que a Fitch cortou o rating do país.

Luis María Linde sucede a Miguel Ángel Fernández Ordóñez, que se demitiu um mês antes do término do mandato. O Executivo criticou a atuação do governador face ao crash do mercado imobiliário de 2008 que deixou os bancos com empréstimos de cobrança duvidosa no valor de centenas de milhares de milhões de euros.

O primeiro-ministro, Mariano Rajoy, voltou a culpar a falta de ação pelo estado da banca: “Em toda a Europa e nos Estados Unidos, em 2008 e 2009, fizeram-se importantes injeções de capital de dinheiro público nas entidades financeiras. Nós não o fizemos na altura. Agora, por isso, estamos numa situação de maior dificuldade, mas tenho a certeza total e absoluta que, tal como os outros superaram essa situação, Espanha também a vai superar”

Aumentam as expectativas de que a Espanha pode pedir em breve ajuda para o sistema bancário. O presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, diz que os países da moeda única estão preparados para ajudar: “A política orçamental e macroeconómica da Espanha está a ir na direção certa e se a Espanha nos pedir e quando nos pedir ajuda para o sistema bancário será concedida”.

A agência Fitch cortou o rating de Espanha em três níveis para triplo B. A notação financeira do país está agora dois degraus acima do patamar lixo.