Última hora

Última hora

Euro 2012: Tolerância zero ao racismo

Em leitura:

Euro 2012: Tolerância zero ao racismo

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades polacas garantem que vão ter tolerância zero para as manifestações racistas durante o Euro 2012.
O primeiro incidente ocorreu durante o treino da seleção holandesa e o caso foi reportado à UEFA.

O porta-voz da orgnização do Euro 2012, Mikolaj Piotrowski, explica que “nesse treino estiveram 24 mil adeptos polacos e todos eles aplaudiram os jogadores holandeses. Quando o incidente ocorreu, e ainda não temos a confirmação, a cem por cento, do que aconteceu exatamente, vi alguns adeptos com t-shirts com frases de antipatia pelo campeonato. Mas o impacto desse pequeno grupo foi completamente anulado pelos aplausos e o apoio da maioria dos adeptos. Nesta altura não há tolerância na Polónia para este tipo de comportamento.”

Depois do incidente, o primeiro-ministro polaco quis mostrar que o país não é na generalidade racista: Donald Tusk almoçou com o primeiro e único deputado negro do parlamento poláco.
John Abraham Godson nasceu e foi criado na Nigéria mas vive há mais de 20 anos na Polónia.

Recorde-se que há várias semanas surgiram alertas de que grupos racistas e anti-semitas estariam a preparar-se para provocar distúrbios durante o Euro 2012.