Última hora

Última hora

Itália: Detido alegado autor do atentado de Brindisi

Em leitura:

Itália: Detido alegado autor do atentado de Brindisi

Tamanho do texto Aa Aa

Giovanni Vantaggiato confessou ser o autor do atentado contra uma escola de Brindisi que matou uma estudante de 16 anos e feriu mais cinco adolescentes no dia 19 de maio.

A polícia italiana deteve o suspeito na quinta-feira. O interrogatório durou todo o dia. O homicida confesso não esclareceu os motivos que o levaram a cometer o atentado.

“Ele admitiu ter detonado a bomba durante a manhã e não à noite, porque à noite não havia ninguém nas proximidades. Quanto ao móbil do crime o homem não quis dizer nada” – explicou Cataldo Motta, o procurador que conduz a investigação.

Um diferendo com a justiça italiana pode estar na origem do ataque realizado por este homem de 68 anos, pai de duas filhas. O pai da vítima mortal, Melissa Bassi, reagiu desta forma:

“Esta pessoa, se é que lhe podemos chamar pessoa, não é um pai. Ele destruiu a minha família e a família dele.”

Giovanni Vantaggiato terá sido identificado nas imagens de videovigilância. O suspeito declara ter agido sozinho mas a polícia não acredita. O alegado autor do homicídio é proprietário de um entreposto de combustível e de um iate.