Última hora

Última hora

Síria: Espiral de violência

Em leitura:

Síria: Espiral de violência

Tamanho do texto Aa Aa

Imagens difundidas através da internet cuja veracidade e origem não podem ser confirmadas, mostram o que é suposto ser a localidade de Talbisse a ser bombardeada quinta-feira pelas forças fiéis ao presidente Bashar Al-Assad.

Por seu lado a cadeia de televisão Al-Arabiya também difundiu imagens que supostamente se relacionam com o ataque à mesma localidade situada a 10 quilómetros da fronteira com a Turquia que causou, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, dez mortos dos quais 3 civis.

A Síria entra numa voraz e interminável espiral de violência.

Segundo a oposição, esta sexta-feira, forças do exército regular bombardearam intensamente a cidade de Homs e zonas circundantes.

Nos arredores de Damasco a explosão de um carro armadilhado matou pelo menos duas pessoas.

Este aumento de ações violentas surge após a aldeia de Al-Qubeir ter sido massacrada. Uma testemunha relatou à televisão estatal o que aconteceu.

“Pelo menos 500 homens armados massacraram mulheres, crianças e homens. Não deixaram nada para trás. Quando chamámos o exército fizeram um cerco e mataram dois soldados. Expulsaram-nos das nossas terras, privaram-nos de todos os recursos. Levaram tudo”, disse.

A mesma televisão mostrou também armas que supostamente foram capturadas aos terroristas pelo exército sírio.