Última hora

Última hora

ONU condena morte de capacetes azuis

Em leitura:

ONU condena morte de capacetes azuis

Tamanho do texto Aa Aa

Consternação na ONU, pela morte de sete capacetes azuis do Niger, numa emboscada, na Costa do Marfim.

Um grupo armado esperou a força dos capacetes azuis que se dirigia para uma aldeia, em defesa da população.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon pediu ao governo marfinense que colaborasse na identificação e prisão dos agressores, de modo a que sejam presentes à justiça:

“Estou triste e indignado. Estes bravos soldados morreram ao serviço da paz. Condeno este ataque em termos tão fortes, quanto possível”.

Apresentou ainda condolências às famílias das vítimas e ao governo do Niger.

A emboscada ocorreu esta sexta-feira, no oeste do país, entre a cidade de Tai e a aldeia de Para.

Os habitantes desta aldeia ficaram sob escolta de 40 capacetes azuis, depois do incidente.

Havia a informação de que a guerrilha preparava um ataque à aldeia de Para.

Desde Dezembro de 2010, já morreram mais de 3000 pessoas, vítimas de ataques da guerrilha.