Última hora

Última hora

Desempregados espanhóis estão pessimistas

Em leitura:

Desempregados espanhóis estão pessimistas

Tamanho do texto Aa Aa

Se os mercados estão otimistas, os quase cinco milhões de desempregados espanhóis nem por isso. Muitos contestam a pertinência dos 100 mil milhões de euros acordados ao salvamento da banca. Desespero e ausência de expectativas é o que se lê nos discursos de quem não tem trabalho.

“Não estou nada otimista. Cada dia que passa é pior. Estou desempregado, tenho dois filhos, sou separado e nem posso pagar uma pensão. Tenho uma deficiência de 33% e as empresas exploram-nos muito”, lamenta-se um espanhol, à porta de um centro de emprego.

A taxa de desemprego, em Espanha, reduziu em 0,63% em maio, face ao mês anterior. Mas, na realidade, há ainda 4,7 milhões de pessoas sem trabalho, naquela que é a quarta maior economia da zona euro.