Última hora

Última hora

França: alianças à direita para conter a hegemonia da esquerda

Em leitura:

França: alianças à direita para conter a hegemonia da esquerda

Tamanho do texto Aa Aa

Sem surpresas, a esquerda francesa vence a primeira volta numas eleições legislativas pouco participadas e tenta o tudo por tudo para confortar a vitória na segunda volta do próximo domingo.

Se os eleitores confirmarem a tendência desta primeira volta, François Hollande poderá mesmo não precisar dos aliados da Europa Ecologia Verdes e da Frente de Esquerda na próxima assembleia nacional. Mas os socialistas mantém reservas e pedem mobilização massiva para a segunda volta.

Com a derrota anunciada, a UMP só pode tentar minimizar os estragos. A estratégia possível é alianças locais com a extrema-direita da Frente Nacional, uma ideia que o líder, Jean-François Copé, não rejeita.

Marine Le Pen também se mostrou, já hoje, pronta para apoios em algumas circunscrições eleitorais ao antigo partido de Nicolas Sarkozy, mas, fortalecida pela terceira posição na escolha do eleitorado, insiste na manutenção de todos os candidatos da Frente Nacional.