Última hora

Última hora

TPI exige libertação de delegação enviada à Líbia

Em leitura:

TPI exige libertação de delegação enviada à Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Representantes do Tribunal Penal Internacional reuniram-se esta segunda-feira em Tripoli com o procurador-geral líbio a fim de discutirem a libertação de quatro delegados que se deslocaram ao país na semana passada para uma visita ao filho de Kadafi, Saif al-Islam.

Segundo as autoridades líbias, a delegação foi detida por ter em sua posse documentos relativos considerados suspeitos.

“As malas da delegação foram revistadas por questões de segurança e isto é rotina neste tipo de visitas. Descobrimos que uma senhora tinha consigo uma caneta com uma câmara incorporada e outra senhora tinha um relógio com gravador. Tudo isto foi confiscado e a acusação continua as investigações”, adiantou Ahmed Al-Jehani, advogado líbio encarregado do caso de Saif al-Islam.

O filho do antigo ditador líbio encontra-se detido desde novembro na localidade de Zintan, situada a 170 quilómetros a sul da capital.

No domingo, os quatro elementos detidos do TPI foram colocados em prisão preventiva por 45 dias. Segundo as autoridades líbias, a delegação enfrenta uma acusação de espionagem por ter tentado trocar documentos com Saif al-Islam.