Última hora

Última hora

Grécia-República Checa: Análise dos golos

Em leitura:

Grécia-República Checa: Análise dos golos

Tamanho do texto Aa Aa

O treinador português da Grécia, Fernando Santos, criticou a equipa por ter sofrido dois golos nos primeiros seis minutos de jogo.

Ambos os golos da República Checa resultaram de falhas na defensiva grega. Logo no primeiro golo, Jracek recebe a bola em posição perfeitamente regular, adianta-se e fica sozinho face ao guarda-redes.

Os checos dilataram para 2-0 logo a seguir. Também aqui os defesas gregos falharam, ao darem demasiado espaço a Gebre Selassie, que cruza em cima da linha. A má defesa de Kostas Chalkias permitiu a Pilar fazer o mais fácil.

O golo da Grécia, já na segunda parte, resultou de um monumental “frango” por parte de Petr Cech, com culpas também para o defesa Tomas Sivok.

Os dois homens correm à bola e acabam por atrapalhar-se um ao outro. Quem aproveita é Gekas, que tinha entrado minutos antes para substituir Fotakis.