Última hora

Última hora

20 anos de prisão para o ditador tunisino

Em leitura:

20 anos de prisão para o ditador tunisino

Tamanho do texto Aa Aa

Ben Ali foi condenado a 20 anos de prisão, julgado à revelia, por um tribunal militar da Tunísia.

O antigo ditador foi considerado culpado de incitação à violência durante a revolução árabe do país. O tribunal condenou também quinze militares a 5 e 10 anos de prisão.

A pena diz respeito ao incidente de janeiro de 2011, depois da fuga de Ben Ali para a Arábia Saudita, que resultou na morte de quatro jovens.

A justiça atribuiu ainda indemnizações entre os 75 mil e os cem mil euros, aos familiares das vítimas. Mas para Fatma, uma mãe que perdeu o filho, as indemnizações não calam a dor: “Não preciso de dinheiro. Eu posso dar-lhes 40 ou 60 milhões – mas devolvam-me o meu filho! Mas isso não se compra com dinheiro… Tudo o que queria era o meu filho.”

O antigo ditador arrisca ainda a ser condenado à morte por cumplicidade de homicídio voluntário, pela morte de 22 manifestantes, em janeiro de 2011. Os familiares das vítimas acusam as forças policiais de terem disparado sobre os manifestantes.

A leitura da sentença de Ben Ali acontece um dia depois de o governo de Tunes ter decretado um recolher obrigatório, em sequência de violências envolvendo grupos salafistas.