Última hora

Última hora

França quer que ONU force aplicação do plano de Annan

Em leitura:

França quer que ONU force aplicação do plano de Annan

França quer que ONU force aplicação do plano de Annan
Tamanho do texto Aa Aa

Depois da missão de paz das Nações Unidas ter reconhecido que a Síria enfrenta uma guerra civil, a França pretende que a ONU torne “obrigatórias” as disposições do plano de Kofi Annan.

A diplomacia francesa vai propor ao Conselho de Segurança o “recurso ao capítulo 7”, que abre as portas a sanções e mesmo ao uso da força. A França propõe, nomeadamente, a criação de uma zona de interdição de voo, à semelhança do que foi feito durante a revolta na Líbia.

A África do Sul, país membro do Conselho de Segurança, exortou por seu lado as Nações Unidas a enviarem com urgência uma força de manutenção da paz para a Síria.

O chefe das operações de manutenção da paz da ONU, Hervé Ladsous, foi o primeiro responsável da organização a reconhecer uma situação de “guerra civil”, o que pode ter no futuro implicações legais para o regime de Bashar al-Assad e para os combatentes rebeldes.