Última hora

Última hora

Euro 2012: Análise Espanha-Irlanda

Em leitura:

Euro 2012: Análise Espanha-Irlanda

Tamanho do texto Aa Aa

A Espanha, atual canpeã da Europa, foi a protagonista da primeira grande goleada neste Euro 2012. A vítima foi a Irlanda.

A vitória começou a desenhar-se logo aos 4 minutos. Andrés Iniesta assistiu David Silva com um passe a rasgar a defesa irlandesa. O avançado do Manchester City FC acabou por perder a bola no duelo com Richard Dunne.

Mas Fernando Torres foi mais rápido, recuperou a bola perdida, livrou-se de Stephen Ward e rematou para o fundo da baliza de Shay Given.

O resultado manteve-se inalterado durante a primeira parte, com a Irlanda a fechar-se no meio campo.

Mas no início da segunda metade, aos 49 minutos, depois de um cruzamento de Xavi, Torres rematou para defesa de Given, a bola sobrou para David Silva que com um remate colocado, fez o 2-0.

Mais uma vez, grandes facilidades dos defesas irlandeses.

Fernando Torres voltou a faturar, aos 71 minutos:

A Irlanda perdeu a bola a meio-campo, David Silva isolou Torres, que perante a oposição só do guardião irlandês não teve dificuldade em marcar do terceiro golo para Espanha e o segundo da conta pessoal.

O avançado do Chelsea foi entretanto substituido por Fàbregas fechou marcador aos 83 minutos. Canto de David Silva.

Fabregas recebou a bola e rematou cruzado, sem hipótese para Given. Mais uma jogada marcada pela apatia dos defesas da equipa de Giovani Trapatoni.

4-0 resultado final.