Última hora

Última hora

Eleições egípcias sob tensão

Em leitura:

Eleições egípcias sob tensão

Tamanho do texto Aa Aa

O Egito vai às urnas para escolher o próximo presidente entre dois candidatos num ambiente de desconfiança e tensão.

O islamita Mohammed Mursi e o ex-dirigente do antigo regime Ahmed Shafiq, são dois nomes que suscitam sérias suspeitas no atual momento de transição política do país.

A Irmandade Muçulmana evitou mobilizar seus seguidores e preferiu incentivar os egípcios a votarem em massa para evitar qualquer possível fraude que possa prejudicar seu candidato, Mohammed Mursi.

O processo democrático após a revolução parece ameaçado depois da sentença anunciada pelo Tribunal Constitucional, que anulou a composição do Parlamento dominado pelos islamitas e deu sinal verde para a candidatura de Shafiq, último primeiro-ministro da era Mubarak que tentou conseguir votos, com a promessa da recuperação da economia e da segurança.