Última hora

Última hora

Dia crucial para o futuro da Grécia e do euro

Em leitura:

Dia crucial para o futuro da Grécia e do euro

Tamanho do texto Aa Aa

Dois partidos, duas propostas muito diferentes, o eleitorado grego têm nas mãos, talvez, o futuro da moeda única europeia.

Pelo menos é desta forma que alguns analistas olham a segunda volta das eleições legislativas na Grécia.

O líder do partido conservador Nova Democracia, Antonis Samaras de 61 anos, afirmou hoje que uma “nova era” vai começar para o país, depois de ter votado em Pilos, cidade localizada na península do Peleponeso.

A Coligação da Esquerda Radical (Syriza), que agrupa 12 organizações da esquerda alternativa e dirigida por Alexis Tsipras, de 37 anos surge para uma parte do eleitorado exausta de medidas de austeridade, como uma real alternativa.

A vencer, Alexis Tsipras, poderá pôr em causa os programas aprovados entre a Troika e o governo socialista. Evangelos Venizelos, que em 18 de Março assumiu a liderança do PASOK, foi durante quase seis meses o rosto da austeridade e das duras negociações internacionais.