Última hora

Última hora

Futuro incerto para o Egito após as eleições

Em leitura:

Futuro incerto para o Egito após as eleições

Tamanho do texto Aa Aa

O poder legislativo e as finanças públicas devem permanecer no domínio do exército depois da eleição presidencial.

O Conselho Supremo das forças armadas, que dirige o país desde a queda do regime de Mubarak, fez esta declaração numa altura em que se aguardam os resultados eleitorais do escrutínio de ontem e de hoje.

Cerca de 52 milhões de eleitores têm de escolher entre Mohammed Mursi, da Irmandade Muçulmana, e Ahmed Shafiq, ex-primeiro ministro de Hosni Mubarak. Apenas um dos dois homens sairá vencedor.

O Conselho Militar que assumiu o controle do país após o fim do regime comprometeu-se entregar o cargo da presidência ao vencedor das eleições até ao dia 30 de junho.

No entanto, uma série de decisões tomadas pelo Conselho na véspera do processo eleitoral coloca em dúvida o futuro político do Egito.