Última hora

Última hora

Angela Merkel recusa dar mais tempo à Grécia

Em leitura:

Angela Merkel recusa dar mais tempo à Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

A chanceler alemã desautorizou publicamente o ministro dos Negócios Estrangeiros alemão.
Guido Westerwelle tinha defendido alargamento dos prazos dos compromissos da Grécia.
Mas Merkel é instransigente e garante que não há mais margem de manobra para Atenas.

Em declarações em Los Cabos, no México, pouco antes de começar a cimeira do G-20, a chanceler garantiu que a Troika vai para a Grécia e o novo governo vai cumprir e tem de cumprir as obrigações. Não é hábito na Europa que as eleições ponham em causa os compromissos. E isto é válido para o memorando da Grécia.

Angela Merkel sublinhou ainda que as etapas do programa de resgate já foram aceites por todos e não podem ser agora mudadas.

Estas declarações contrastam com a posição do ministro alemão das Finanças que, em reação à vitória do partido da Nova Democracia, afirmou que os prazos do memorando poderiam ser revistos de forma a ajudar a não penalizar ainda mais os gregos.

Mas a última palavra deve então ser a da chanceler, que além deste recado, também deu os parabéns ao líder da Nova Democracia por ter vencido as eleições.