Última hora

Última hora

Canadá: "Canibal de Montreal" declara-se inocente

Em leitura:

Canadá: "Canibal de Montreal" declara-se inocente

Tamanho do texto Aa Aa

Luka Rocco Magnotta, o canadiano acusado de assassinar e esquartejar um estudante chinês em Montreal, declarou-se inocente.
Magnotta tinha sido extraditado da Alemanha, onde foi detido, no início da semana e foi ouvido esta terça-feira num tribunal canadiano. Os advogados do chamado “canibal de Montreal” já pediram uma avaliação psicológica antes de continuar o julgamento

Magnotta é suspeito de ter morto Lin Jun, com quem teria uma relação, com um picador de gelo. O corpo foi depois desmembrado.

Todo o crime, que ocorreu na noite de 24 para 25 de Maio, terá sido gravado em vídeo e publicado na internet.
Partes do corpo do estudante de 33 anos foram depois enviadas para várias organizações públicas.

Luka Rocco Magnotta incorre numa pena que pode ir até à prisão perpétua.