Última hora

Última hora

Número de refugiados atinge recorde histórico

Em leitura:

Número de refugiados atinge recorde histórico

Tamanho do texto Aa Aa

Mais 4,3 milhões de pessoas foram obrigadas a abandonar as próprias casas no ano passado, destas 800 mil acabaram por tornar-se refugiados.
De acordo com o relatório Tendências Globais 2011, divulgado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, este é número de refugiados mais elevado desde o início do século.
Nesta altura existem três focos de grande preocupação: Síria, Sudão e o Mali.

“Estamos numa situação muito difícil para conseguir responder a todos os que precisam de ajuda, alguns estão mesmo a morrer. Posso dizer que estamos a testemunhar um sofrimento humano a uma escala épica.”

Em entrevista à Euronews, o alto comissário explicou que o cenário pode piorar este ano. Além disso, está a tornar-se cada vez mais difícil dar apoio a todos os refugiados já que as fontes de financiamento são escassas.

No relatório do organismo da ONU destaca-se ainda que o número total de pessoas deslocadas baixou:
Em todo o mundo, 42,5 milhões de indivíduos terminaram o ano de 2011 em uma situação de refúgio, quando em 2010 eram, 43,7 milhões. Esta descida é justificada pelo regresso a casa de muitas destas pessoas.