Última hora

Última hora

Eurogrupo: Espanha quer dinheiro do MEE e Grécia pede mais tempo

Em leitura:

Eurogrupo: Espanha quer dinheiro do MEE e Grécia pede mais tempo

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros das Finanças da zona euro discutiram, no Luxemburgo, os detalhes do resgate dos bancos espanhóis.

Duas auditorias concluíram que são necessários 50 a 60 mil milhões de euros.

O Eurogrupo analisa de que fundos virá o dinheiro, mas o governo de Espanha tem uma clara preferência.

“Teoricamente, nos próximos dias entra em funcionamento o mecanismo permanente de resgate e este seria o ideal para fazer uma injeção de capital nos bancos, que é o que a Espanha pretende”, disse o ministro espanhol Luis de Guindos.

Madrid quer que o dinheiro do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MES), que entra em vigor a 1 de Julho, vá diretamente para os bancos, sem passar pelos cofres do Estado.

Evita, assim, sobrecarregar a dívida soberana e ter de cumprir condições mais duras vindas de Bruxelas, como acontece com Portugal, Grécia e Irlanda.

Em discussão está também a Grécia, cujo governo de coligação saído das eleições de 17 de Junho vai pedir mais 2 anos para pagar os empréstimos da troika.

Entretanto, Chipre entrou nesta arena: precisa do equivalente a 10% do seu PIB para resgatar o segundo maior banco do país e até já pediu ajuda à Rússia.